Leonardo Teles, Advogado

Leonardo Teles

Jandira (SP)
5seguidores0seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Advogado, inscrito nos quadros da OAB/SP e atuante na região oeste de São Paulo.

Bacharel em Direito pela Unifieo - Centro Universitário FIEO.


Pós graduando em Direito Imobiliário na Escola Paulista de Direito.

Principais áreas de atuação

Direito do Trabalho, 22%
Direito Imobiliário, 22%
Direito de Família, 22%
Direito do Consumidor, 18%
Direito Penal, 13%

Comentários

(3)
Leonardo Teles, Advogado
Leonardo Teles
Comentário · há 4 meses
Olá Luis, fico muito feliz com a sua indagação. Bem, ao que parece, trata-se de uma espécie de contrato de permuta, quando há troca de bens, com torna ou não. Alguns aspectos são essenciais para entender se no caso a comissão de corretagem é devida.

Por primeiro, há que se verificar se houve a aproximação das partes, a aceitação da proposta inicial e a execução do contrato, vez que se todos estes passos tiverem sido atingidos, devida será a comissão.

Pelo seu breve relato do caso, ao que parece, as partes saíram do momento pré-contratual (mera aceitação de proposta) e imergiram na fase contratual, já que aparentemente existiu até mesmo a transferência de direitos possessórios. Então, se este for o caso, como entendi, acredito que sim, a comissão de corretagem é devida.

Ainda mais porque, o negócio jurídico final somente não se aperfeiçoou por causa superveniente, mas a aproximação das partes, a aceitação da proposta e a execução do contrato restaram presentes, logo, o resultado útil foi atingido.

Por analogia, podemos pensar no contrato de compra e venda que não é integralmente cumprido em razão da inadimplência de uma das partes. Ora, trata-se de fato superveniente que ocorreu após o atingimento do resultado útil do negócio, não podendo o corretor ser penalizado por algo que nada tem a ver com o negócio jurídico que celebrou.

Mas, veja, se as partes não assinaram a promessa ou a a permuta com ou sem torna, propriamente dita, entendo não ser devida a comissão de corretagem por seguir o entendimento adotado pelo STJ, já que as partes não adentraram no mundo contratual.

Espero poder ter contribuído de alguma forma, grande abraço!

Recomendações

(4)

Perfis que segue

Carregando

Seguidores

(5)
Carregando

Tópicos de interesse

(2)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em Jandira (SP)

Carregando

ANÚNCIO PATROCINADO

Leonardo Teles

Entrar em contato